segunda-feira, outubro 19

Segunda com cara de ...segunda

Pois então, lá se foi mais um final de semana sem muitas novidades, mas também sem grandes jacas, isso já é bom
De qualquer forma, hoje  é o dia mundial pra começar a dieta! Lá vamos nós, firmes  como um prego na polenta!  
Brincadeirinha à parte, nem emagreci, nem engordei - to na mesma...
Pelos meus calculos, pra chegar no meu aniversário com o peso ideal eu teria que estar com dois quilos a menos, ou eu consigo um fato inédito, ou não chego ao meu objetivo. Por isso hoje comecei a anotar tudinho bem bonitinho, como deveria ter sido a semana passada, mas não foi.




Essa semana tava dando uma olhadinha numas fotos e teve uma coisa que me chamou atenção, tem duas crianças na família que tiveram sérios problemas  por causa do descontrole alimentar. Uma delas(que estava muito acima do peso) comia tudo demais,principalmente doces e fast-food, resultado colesterol altíssimo, não me lembro dos números, só sei dizer que pra uma criança de 4-5 anos era absurdo, pra um adulto já seria absurdo. A outra em compensação era bem magrinha, ninguém diria que poderia ter um problema de origem alimentar, mas teve, e sério. Como a criança não gostava de quase nada, a mãe, por trabalhar fora, quando estava com ela fazia o possivel para a gradá-la, dai eram hamburguers, coxinhas e bolachinhas recheadas, afinal criança gosta tanto disso!!! O que ninguém poderia imaginar é que toda aquela gordura ingerida estava se acumulando no intestino dela, e que em pouco tempo causaria uma obstrução, que só foi removida através de uma cirurgia.Hoje ambas estão bem. Esses dois casos me fizeram pensar nas coisas que comemos, as industrializadas, tão gostosas, mas que escondem verdadeiros "monstros" em seu interior, juro que sempre penso duas vezes quando paro diante das gondolas de bolacha do supermercado. Só postei essa história aqui, porque acho minha obrigação contar isso a voces, as que ainda não tem filhos, um dia terão.
Achei uma matéria-bem curtinha- sobre obesidade infantil, vale apena dar uma lida.
Beijos meninas
Liany-Lyh