sexta-feira, agosto 20

Terapia de confronto

Oi gente


Se pensar em fazer RA emagrecesse, eu já teria sumido!
Mas não emagrece, e o pior é que eu penso e faço tudo ao contrário. Ou tá frio e eu como pra esquentar, ou é pra comemorar que um time da 4ª divisão ganhou o jogo, ou por que me ofereceram e é super deselegante dizer não(mas parecer um urso polar de saia não é deselegante!)
A minha D.E.* estava perfeita -  do verbo dei um fim nela, foi-se e não há de voltar!
Não aguentava mais, porque eu comia, não tinha fome e comia mais, sei lá pra que.
É ai que a terapia de confronto entra, se coloque diante de um espelhão, vestida, de lingerie, sem nada, pode escolher, e se encare, sem murchar a barriga ou olhar de um ângulo mais favorável. No meu caso, se havia alguma dúvida que tinha que fazer alguma coisa, essa dúvida se acabou como que por mágica.
Então resolvi a mudar as coisas, não vou mudar tudo de uma vez porque sei que não consigo.
Tudo a seu tempo, hoje comecei pela parte mais difícil, a COMIDA.







Durante uns dois dias já estava comendo menos, mas continuava comendo errado.
 Não tem aquela frase que diz que a melhor defesa é o ataque?
Então ataquei e ontem reduzi bastante a quantidade de calorias e optei por alimentos líquidos. Só pra dar um tranco no corpinho. E hoje comer tudo dentro dos meus limites de pontos permitidos.
Voltar a fazer A.F. é super importante nãos só, não só pra perder peso, mas pra dar uma levantadinha no astral. Já notou que o dia que vai pa academia, caminha ou faz qualquer coisa pra mexer o trazeiro gordo parece que tudo fica melhor? Deve ser a liberação daquele hormônio...




A falta de coragem de encarar a balança continua, mas tenho que vencer esse obstáculo, e ir na farmácia (ainda me recuso a comprar uma balança).
Sei que não vou gostar nenhum pouco do que vou ver, volto com lágrimas nos olhos, tá?

                                                                Beijos

12 comentários:

geo disse...

Olá...estou na mesma situação .
FORÇA!!!!
Vamos consegui!!

Bethynha disse...

AII AMIGA..PARECE QUE VC ANDA MEIA TRISTINHA NE,,MAS PENSE QUE O VERAO TA CHEGANDO..E PENSE MTO ANTES DE FICAR COMENDO VBOBAGENS...
EO TO FAZENDO TERAPIA COGNITIVA PQ TNHO VARIAS COMPULSOES..E SABE QUE ESTA ME AJUDANDO..FORÇAAAA AI AMIGA..VC VAI CONSEGUIR..E N TNHA MEDO DA BALANÇA NAO VIU..
BJOS E BOA SEXTA

Domanski disse...

OI LINDA,BOM DIA.OLHA ESTOU NA MESMA SITUAÇÃO.MAS BORA AMIGA NÓS VAMOS CONSEGUIR FORÇA.1000BJS TENHA UM OTIMO FINAL DE SEMANA.

Naine e Zanza e um unico ideal!!! disse...

esatmos com vc r,a e assim as vezes erramos mais sempre nos superamos no outro dia bjinhooooo!

Erika numa Batalha da Pesada disse...

Oi linda...

é normal a gente dar um parada na RA. É cansativo ficar pensando toda hora no que comer, no que pode, no que não pdoe. De vez em quando precisamos de umas ferias mesmo.

E se tá na hora de voltar, volte!! Estamos aqui!!

bjo grande

Sara Vanessa - Shazinha disse...

Ai amiga... vc naum vai gostar mesmo dq vai ver...

Mas tem q ver... pq esse eh uma batalha q somente vc pode travar... entaum naum desista de vc, naumdesista dos seus sonhos... logo logo volta td ao normal e vc vai conseguir d novo... ok?

bjaum keridah passa lah no meu blog q tem selinho para vc...

bjaum

Paula Brieze disse...

Se pudéssemos ter consciência do quanto
nossa vida é passageira, talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais. Algumas, mesmo ainda em botão.
Há sementes que nunca brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que, pétala por pétala, tranqüilas, vividas, se entregam ao vento.
Mas a gente não sabe adivinhar. A gente não sabe por quanto tempo estará enfeitando esse Éden e tampouco aquelas flores que foram plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco. De nós, dos outros. Entristecemos-nos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos. Perdemos dias, às vezes anos. Calamos-nos quando deveríamos falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio. Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em nós impede essa aproximação. Não damos um beijo carinhoso 'porque não estamos acostumados com isso' e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente o que sentimos. E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos, ou achamos que não temos suficiente. Cobramos dos outros, da vida, de nós mesmos. Consumimos-nos.
Costumamos comparar nossas vidas com as daqueles que possuem mais que a gente. E se experimentássemos comparar com aqueles que possuem menos? Isso faria uma grande diferença.
E o tempo passa... Passamos pela vida, não vivemos. Sobrevivemos, porque não sabemos fazer outra coisa. Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos pra trás. E então nos perguntamos: "E agora?".
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos,(de fazer R.A. e acreditar que vamos emagrecer - sim nós podemos!). Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos. O que engordamos, engordamos.Olhe para frente!
Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor.
Ainda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que mesmo passageira, ainda está em nós. Pense. Não perca mais tempo! Comece ou re-comece já sua R.A.!! Beijos e força na peruca..............

Bianca Morais / Faith disse...

Menina! Não imaginei que fosse uma terapia! :o Eu geralmente costumo fazer isso quando estou descontente... rsrs
Eu preciso perder peso também, no inverno eu tenho a mania de comer até não poder mais, e comer só bobagem, pra variar!

Mas vai lá, encara a balança, que eu aposto que vai dar certo! ;)

beijo, ótimo final de semana querida!

*Lela* disse...

Estamos juntas Lyh

Pra dar uma força e dizer; esquece o hoje se estiver pesado demais, porém; vai adiar o sabor da sua vitória*

ânimo viu?
Beijoka

Danielle Queiroz disse...

Amiga, o importante é não desistir, não achar q o impossível está para nós... força, e se não conseguir encarar a balança não tem problema, existem outras formas de se ver como emagreceu, pelas roupas por exemplo, ou melhor, pelos elogios que ouvimos rsrsr... bjsss

* Aline Virtus * disse...

Lyh, tem tempo que não vinha aqui, mas reapareci! :) Olha, é duro, eu sei, BEM SEI DISSO, mas só tem um jeito mesmo e a gente sabe qual é: enfrentar. Enfrenta, vamos juntas nessa montanha russa de emoções que nos assola até aprendermos ter o controle da situação.

Dá desânimo? Sim Dá vontade de comer o mundo? Sim, especialmente se for recheado com chocolate! he he Mas a gente tem que ter foco e sua terapia de confronto é isso: encarar a realidade. Agora, nos resta mudá-la! Vambora! Bjs

Denise disse...

Mas então! era o que eu procurava, era o estímulo que eu procurava!!!boa idéiaaaa!
agora todas as vezes que eu sentir vontade de comer costelinha de porco frita com mandioca e arroz, eu tiro a roupa e vou pro espelho.. é isso!
kkkkk!
Lyh, já te falei hoje que você é ótima?
você é ótima!
beijooooo!