domingo, janeiro 31

Fim de semana, fim de mes...

 
O primeiro mes do ano ja se foi, e meus quilinhos a mais conquistados com um esforço sobre-humano (sim, porque  nenhum ser humano normal come tanto panetone), ainda estão aqui, pelo menos uma parte deles. 
Mas como disse o poeta:
"BENDITO QUEM INVENTOU O CALENDÁRIO,
POIS O BOM DA SEGUNDA-FEIRA, DO 1° DIA DO MÊS E
DE CADA ANO NOVO É QUE DÃO A IMPRESSÃO DE QUE A VIDA NÃO CONTINUA, 
MAS APENAS RECOMEÇA"
(Mário Quintana)
Vou aproveitar pra colocar minhas coisas em dia, trças meus alvos pra fevereiro e iniciar o mês com firmeza, acho que achei apalavra que tá faltando no meu dicionário!
Hoje fui presenteada por um céu fora do normal de tão lindo, o calor tá grande e acho que vou aproveitar pra me despedir de janeiro a beira mar, mas só de tardinha por que ninguém quer virar um camarão, ou quer? Pra acompanhar estou ouvindo Geraldo Azevedo...conhecem?
Adoro, algumas musicas são verdadeira poesia - nossa como estou chegada nos poetas hoje!




Dia Branco

Geraldo Azevedo

Composição: Geraldo Azevedo/ Renato Rocha
Se você vier
Pro que der e vier
Comigo...
Eu lhe prometo o sol
Se hoje o sol sair
Ou a chuva...
Se a chuva cair
Se você vier
Até onde a gente chegar
Numa praça
Na beira do mar
Num pedaço de qualquer lugar...
Nesse dia branco
Se branco ele for
Esse tanto
Esse canto de amor
Oh! oh! oh...
Se você quiser e vier
Pro que der e vier
 Comigo...
Comigo ...

Essa música, meu marido cantava pra mim antes mesmo de a gente começar a namorar...fofo né?