quinta-feira, maio 6

Pi-po-ca

 Oi fofismigas
e dai tudo em cima? 
O peito em cima da barriga e a barriga em cima das pernas! kkk Eu hein? De jeito nenhum! Somos pra lá de gostosas!
Eu to em paz com a RA, acho que estamos de lua de mel, tudo tão lindo, tão certinho aiai(suspiro)
Caminhei minha horinha, Deus sabe a que custo, não tava animada não, ficava olhando no cronometro rsrsr mas consegui.
Na vida toda estória diz que tem dois lados, fora as estórias de casais que sempre tem 3, a dele, a dela e a verdade. Vamos aos fatos em relação a uma vilã da RA:  A PIPOCA
 Quase sempre que se fala dela se pensa em calorias demais, muita gordura e sal.
Tudo verdade, mas ainda há esperanças pros fãs dessa coisinha fofa e saltitante. Dá pra fazer no microondas, o que garante menos gordura, e usar pouco sal - ninguém quer virar um colchão d'água né? 
A bichinha tem vantagens: é rica em fibras cinco vezes mais que alface. Faz o devagar já parado(intestino) se mexer, mas só vale se tomar liquido junto, hãã refri não vale.
Tem o que chamam de amido resistente, passa pelo aparelho digestivo quase intacto e não provoca altas repentinas nos níveis de glicose - turma da diabete tipo 2 tem ai um aliado. Alé de ter acido fólico, importante pras mulheres em idade fértil e apontado como protetor do coração.
Com tudo isso a gente fica muito tentada a comer uma pipoquinha, mas esbarra na gordura, aí vale lembrar que o próprio gão já contem gordura, portanto eliminar a gordura na preparação não vai excluí-la, o que pode ser feito é diminuir a quantidade. O óleo ajuda a dissipar o calor, o que garante o estouro mais eficiente. No caso das de microondas, que vem nos pacotinhos, há gordura demais, pra garantir a conservação, já que afasta a umidade dos grãos, além de que a gordura acentua o sabor e a maciez. Óleo pode? Pode mas só um fiozinho...e sacode a panela bastante, além de garantir que estoure tudo, exercíta o musculo do tchauzinho rsrsr Como sal não adere na pipoca sem gordura, põe o sal na panela, não depois de pronta. Se for comer no cinema - affe é tudo de bom - dispense a manteiga extra, não sei porque mas juro que aquilo não é nem nunca será manteiga. Fonte aqui
Dá ainda pra saborizar danadinha:

1. Com raspas de limão:

Junto com o óleo da pipoca, coloque as raspas da casca de 1 limão. Isso vai fazer com que a sua pipoca fique com aroma e gosto de limão!


2. Com caldo de carne:

Quando for estourar a pipoca, antes de colocá-la no óleo, espere ele esquentar um pouco e então jogue um tablete de caldo de carne ou galinha. Mexa até ele começar a se desfazer, então coloque a pipoca e não pare de mexer até que ela comece a estourar, senão o caldo queima! Fica muito bom se você conseguir não queimar.

3. Com tempero de macarrão instantâneo:

Há duas maneiras de se fazer. Você pode adicionar o tempero à pipoca já pronta, ou colocá-lo junto com ela no óleo. Para conseguir o tempero, basta você abrir um daqueles saquinhos de macarrão instantâneo tipo Miojo e fazer a festa!

4. Temperos para colocar na pipoca já pronta:

Pimenta
Ajinomoto
Açúcar
Molho Inglês
Suco em pó, tipo Tang, de qualquer sabor
Açúcar e sucrilhos
Neston e açúcar 

receitas daqui
Claro que nem todas essa dicas são lights, mas temos filhos namorados, maridos, namoridos e afins...até meu gato entra nessa estória! Lembre-se: 
O Ministério da Saúde adverte, comer pipoca demais pode causar banha demais  :)
Depois dessa overdose pipoquenta, vamos nos concentrar na novela da vida real, louça suja, filhos, comida pra fazer e tals 
Po enquanto é só, volto amanha ou a qualquer momento em edição extraordináira


Quero deixar registraso aqui o selinho que ganhei da queridíssima Erika, adorei amiga, você é D+!


REGRAS:

- Dizer quem te presenteou; Erika
- Indicar 03 blogs amigos que tem deixado

    sua vida menos DURA;
- Minhas indicações:

   Paula 
  Rihana 
 

Fui
De tarde volto pras visitinhas